O Comprimido – Parte II

Parassimpático ao Poder!”

A urgência das nossas modernas prioridades (focadas no conforto imediato) forçou uma amnésia sofrível no nosso corpo, onde não o deixamos lembrar daquilo que tão bem sabe fazer.

Felizmente temos o poder inato de o relembrar e optimizar o seu funcionamento. Não tenho dúvidas de que seremos bem mais saudáveis:

  • se tivermos a audácia de abrandar e contemplar;
  • se desenvolvermos a percepção de que passamos demasiado tempo em estado de “luta ou fuga”;
  • se exercermos a disciplina para melhorar a qualidade dos nossos pensamentos;
  • se reunirmos a coragem para questionar e mudar as nossas crenças limitativas;
  • se tivermos a disponibilidade para interiorizar que somos ilimitados e magníficos.

São muitos ‘ses’, mas se caírem que nem dominós entramos num campo de possibilidade e potencial infinito. Acredito que com calma e dedicação chegaremos à nossa melhor versão… mais fortes, mais felizes, mais saudáveis.

.

O teu médico és tu!

A medicina convencional diz-nos que não temos qualquer controlo sobre o sistema autonómico. No entanto, e sustentado pelo método científico, já foi demonstrado que assim não é.

O Wim Hof, há já mais de 3 décadas que afirma ser capaz de controlar o seu sistema imunitário. O Wim Hof, há já mais de 3 décadas que afirma que toda a gente tem a capacidade de o fazer. O Wim Hof, há já mais de 3 décadas que é alvo de chacota e desdém.

Felizmente há mentes curiosas.

O homem aceitou ser injectado com uma bactéria morta de E-Coli, em que deveria sentir os severos sintomas desta bactéria (febre, diarreia, dores abdominais e até vómito) passadas poucas horas da injecção.

Usando uma combinação da sua técnica de respiração e concentração, ele relatou apenas sentir uma ligeira dor de cabeça na altura em que se esperava os sintomas estarem no seu pior.

Baseado nesta experiência, aceito – sem reticências – que se conclua que o homem é uma anomalia genética. Em busca da “verdade” há que replicar a experiência.

Foi o que fizeram.

Um grupo de estudantes foi treinado no método do Wim Hof e outro grupo não. Injectaram a bactéria em ambos (…os dois, simultaneamente e ao mesmo tempo 😉 A.) os grupos. O grupo que aplicou a técnica do Wim Hof não sentiu os efeitos esperados enquanto o outro grupo sentiu-os bem sentidos.

É possível, mas não me parece provável que, todos aqueles que usaram o método do Wim Hof, sejam anomalias genéticas. Entretanto já milhares de pessoas aceitaram submeter-se a esta experiência e os resultados têm sido consistentes com o descrito acima.

Considero legítimo concluir que se provou que o ser humano tem o poder inato de conseguir influenciar o sistema imunitário de forma consciente.

.

“In conclusion, the present proof-of-principle study demonstrates that the sympathetic nervous system and immune system can be voluntarily influenced through practicing techniques that are relatively easy to learn within a short time frame. It therefore could have important implications for the treatment of a variety of conditions associated with excessive or persistent inflammation, especially auto-immune diseases.”

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4034215/
https://www.pnas.org/content/111/20/7379

.

Mas espera lá! Se tu tens influência sobre o sistema imunitário, quer dizer que tens influência sobre a inflamação. E se a inflamação é a causa de qualquer doença auto-imune…

Este conhecimento traz-nos uma mudança de paradigma com o potencial de melhorar imensamente a nossa condição. Porque é que não falamos mais nisto? Porque é que temos tratado o Wim Hof como um número de circo? Porque é que não se investe mais na investigação deste potencial de enorme valor?

São todas boas questões, mas a mais esclarecedora é: quem é que sai a perder com este conhecimento?

To be concluded…

One thought on “O Comprimido – Parte II

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s