Marcelino da Mata

Não me recordo de ouvir este nome antes de hoje. Não sei o que é que o homem fez; sei que morreu ontem; e sei que é o militar português mais condecorado nos 9 séculos da história militar de Portugal. 

Munido apenas deste conhecimento, assim à partida, chamá-lo-ia de herói!

O Público evoca “crimes de guerra”.

O site d’O Expresso mostra uma nota da Lusa.

As televisões não sei.

A Presidência da República emitiu uma nota.
Do nosso Presidente, Marcelo “O Condecorador” Rebelo de Sousa, não espero senão um reforço póstumo do feito de Marcelino da Mata.

Se não, “vai vir” aí paletes com hordas de revolucionários do teclado, a cancelá-lo com palavras acabadas em ‘ismo’.    

Mas sabendo quem, em 1975, era o inimigo do tenente-coronel Marcelino da Mata; não me espantaria se tanto o twitter como o nosso presidente se mantivessem calados.

Não estás infectado meu querido, querido Portugal, estás doente!

Honra seja feita ao Correio da Manhã e ao Observador.  

2 thoughts on “Marcelino da Mata

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s